PolíciaSalto

Justiça manda prender acusado de matar rapaz no Centro de Salto

Mandado de prisão foi expedido pela 3ª Vara de Salto. Polícia já procura por Marcio Messias.

O Tribunal de Justiça aceitou o pedido de prisão do acusado de matar José Valdenir Ribeiro Junior, de 30 anos, no último sábado (21) em Salto.

O mandado de prisão temporária, solicitado pela Polícia Civil, foi expedido pelo Juiz de Direito Christiano Rodrigo Gomes De Freitas da 3ª Vara Criminal na quinta-feira (25). De acordo com informações obtidas com exclusividade pela ITV, a Polícia já está em trabalhos para cumprir a ordem judicial contra Marcio Messias, de 26 anos, que confessou o crime em depoimento às autoridades no começo desta semana.

A prisão temporária tem prazo de 30 dias, mas pode ser prorrogada por mais um mês caso a justiça determine. Este é o tipo de decisão necessária para que as investigações corram sem interrupções, segundo a Polícia.

A população pode ajudar o trabalho policial denunciando anonimamente. “Pode ligar na Delegacia de Polícia diretamente no telefone (11) 4029-3497 ou pelo 181 [Disque Denúncia]”, explicou o delegado Manoel Dini. (reportagem Tatiana Saggion)

DETENÇÃO NA SEGUNDA-FEIRA

Acusado do crime, Marcio Messias foi detido pela Guarda Civil Municipal de Salto, na última segunda-feira (23) na Rodovia da Convenção — que vai até Itu — na companhia do pai e do irmão. O trio estaria procurando a arma supostamente usada no assassinato.

Na época, ele foi levado até a Delegacia, onde prestou depoimento confessando o crime. Por não haver situação de flagrante e não ter mandado de prisão aberto, acabou liberado para responder ao processo em liberdade. Para a ITV, a Polícia informou que iria continuar investigando o caso e que havia a possibilidade do pedido de prisão em um futuro próximo.

CRIME

José Valdenir Ribeiro Junior, de 30 anos, foi morto com pelo menos sete tiros na Rua Monsenhor Couto na madrugada do último sábado (21), no Centro de Salto.

De acordo com a Polícia Civil, vítima e autor teriam discutido em um bar. O motivo seria uma moça que seria companheira do autor do crime. Testemunhas contaram que Marcio saiu do estabelecimento e voltou minutos depois armado e disparando.

A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
error: Direitos autorais: Conteúdo protegido!
Fechar

Opss... notamos que você tem um ad-block ativo

Produzir conteúdo jornalístico de qualidade no interior exige recursos.
A publicidade é a principal forma de financiamento da ITV. Para continuar, desative seu bloqueador de anúncios e recarregue a página.
Não se preocupe! Nossas propagandas não atrapalham a navegabilidade nem direcionam para sites maliciosos.

Close