ItuPolícia

Foragido tenta suicídio em cela da Delegacia de Itu e é socorrido

Governador Geraldo Alckmin disse que irá acompanhar o caso pessoalmente.

Um foragido da justiça tentou suicídio, após ser recapturado, dentro da cela da Delegacia de Polícia em Itu, na última sexta-feira (26). O homem era procurado por roubo (art. 157) e foi preso pela Polícia Militar.

Após a elaboração do boletim de ocorrência, o preso foi colocado na cela. Um tempo depois, policiais civis perceberam algo estranho e foram até a carceragem, encontrando o detido pendurado com uma calça enrolada no pescoço. Os agentes conseguiram socorre-lo com vida até o Pronto Socorro.

O Hospital São Camilo, onde o foragido está internado, não informou o estado clínico. Após receber alta, ele será encaminhado ao sistema penitenciário novamente. Em nota a Secretaria de Segurança Pública informou que um inquérito policial foi aberto e a corregedoria acionada.

Segundo o Governo do Estado, as delegacias não foram estruturadas para receberem presos por um longo período de tempo, apenas o necessário para aguardar transferência até um Centro de Detenção Provisória (CDP), que acontece todos os dias, exceto fins de semana e feriados. “Aliás nem deve ter preso em delegacia. Delegacia sempre é só passagem. Hoje nós temos os Centros de Detenção Provisória, então mesmo o preso que aguarda julgamento, chamado preso provisório, ele vai pros CDPs. As delegacias não devem ter mais presos a não ser passagem (SIC)”, explica o governador Geraldo Alckmin, dizendo também que irá acompanhar o caso pessoalmente.

Este foi o segundo caso semelhante registrado na Cidade. Há duas semanas, um suspeito de tentativa de estupro e homicídio conseguiu se matar hora depois de ser preso. O caso também segue investigado pela Corregedoria.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
error: Direitos autorais: Conteúdo protegido!

Opss... notamos que você tem um ad-block ativo

Produzir conteúdo jornalístico de qualidade no interior exige recursos.
A publicidade é a principal forma de financiamento da ITV. Para continuar, desative seu bloqueador de anúncios e recarregue a página.
Não se preocupe! Nossas propagandas não atrapalham a navegabilidade nem direcionam para sites maliciosos.

Close